Work Work BITCH

    Compartilhe
    avatar
    Loony
    Administradores

    Mensagens : 108
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Work Work BITCH

    Mensagem por Loony em Sex Jan 10, 2014 6:02 am





    PRIMEIRA AULA DE RUNAS ANTIGAS



    As janelas estavam abertas e Loki percebia a brisa suave do dia içando seus cabelos e arrastando seus papeis e anotações ( muitas delas em uma caligrafia espelhada e canhota) até perto do lixo. A irritação subia-lhe a cabeça, mesmo que seu semblante sereno parecesse imutável e o único fato que denunciava sua exasperação era a pequena madeixa de cabelo escuro que pendia desarrumada, perigosamente à frente de seus olhos; Olhos que agora encaravam a lata de lixo e a janela aberta com uma fúria escondida e esbravejando, mentalmente, azarações infantis. Até que o barulho reconfortante de uma sinaleira chamou sua atenção. Sua aula – ou pesadelo, ela ainda não havia decidido – havia, oficialmente, começado.

    Levantou-se, ficando ao lado da mesa, em um canto mais perto do quadro e cruzou os braços de modo que fosse possível olhar seu relógio de pulso. De grupo em grupo, através da velha porta de madeira velha, alunos de todos os brasões da escola entravam com suas vozes finas e esganiçadas, e desde o toque do sinal demoraram exatamente quatro minutos para que sentassem e fizessem o silêncio necessário para o início da aula.

    - Runas Antigas é uma matéria opcional desde o terceiro ano. Gostaria de saber quem está aqui pela primeira vez. – A voz firme ecoou pela sala, que mesmo em um tom ameno e com todos os murmúrios que a sala apresentava, atingiu todos aqueles presentes e não demorou muito para que braços fossem levantados e Loki dar um leve suspiro, desapontada. O número de pessoas que estavam tendo aquela aula pela primeira vez superava aqueles que já acompanhavam a matéria há dois anos.

    - Bem... – Umedeceu os lábios com a ponta da língua e andou até a frente de sua mesa, ainda com os braços cruzados e observando e analisando cada aluno no local, como se sua mente montasse um banco de dados fútil e assim, no final da aula, já saberia mais sobre os alunos do que deveria saber. Mais uma habilidade inútil ganha com a maldita genética.   – A primeira aula funcionará da segunda forma: Não usaremos esses livros, colocaram-no na lista para movimentar o comércio do Beco Diagonal; Sem apresentações, creio que até o final do dia já terão meu nome na ponta da língua e eu terei os seus; Sem deveres, mas apreciaria que vocês enviassem perguntas para serem respondidas na próxima aula. Tanto sobre mitologia nórdica quanto sobre Runas. – Descruzou os braços e colocou a mão dentro de um bolso de sua roupa a procura da varinha que seria necessária na aula, entretanto, sentiu seus dedos agarrarem o vazio.  

    - Eu falo vocês anotam. Se tiverem dúvidas, anotem e me entreguem no final da aula.  Tentarei tirar dois anos de atraso em uma aula. Aqueles que já tiveram ou conhecem o conteúdo, durmam. – Ríspida e cínica, foi capaz de calar a sala por alguns segundos, e era mais do que o suficiente para ela começar a percorrer entre as mesas apenas por andam, não havia um motivo próprio para aquilo. Ainda procurava sua varinha nas vestes, sem nenhum desespero, apenas desapontamento (sentimento corriqueiro aquela manhã), até algo rolar até seus dedos.

    - Porque estudar Runas? – Parou no meio da sala, como se pensasse um pouco no assunto  - Livros antigos de magia estão na linguagem rúnica e não foram traduzidos e não vão ser. Elas também servem na área da adivinhação porque é considerada mais precisa do que das xícaras de chá e mais rápidas do que Astrologia. Seja como for, alguns estão aqui para aprender, outros só querem um bônus em seu currículo... – Parou a frase sem um ponto e sem conclusão, voltando a andar entre as mesas, derrubando Nanquim nos desenhos dos entediados ( que ela sabia que era a primeira aula sobre o assunto) e segurando o cabo de sua varinha com firmeza.

    – Já devem ter, ao mínimo, a noção de que Runas são imagens ou escrituras, considerada uma linguagem Nórdica que foi ensinada e “criada” por Odin. - Sentou-se na última carteira da sala, repousou sua costa no encosto da cadeira e cruzou as pernas. – A versão mitológica conta do auto sacrifício de Odin que permaneceu nove dias e nove noites suspenso na Yggdrasil. Para os que não conhece... – Retirou a varinha das vestes e com um movimento leve que consistia em move-lá como o movimento de um pêndulo, uma fagulha saiu da ponta da varinha e atingiu o quadro, que desenhou quase que automaticamente a árvore da vida – Para os nórdicos é nessa árvore que se encontra os nove reinos.  Odin ficou suspenso um dia para cada reino. - A voz era mais suave e mais afável na hora de falar sobre um assunto que ela dominava e gostava, todavia, percebia alguns rostos virando-se para trás. Aquilo foi incômodo e deixou isso transparecer. Loki odiava ser notada ou tocada por estranhos e isso foi o motivo dela ter sentado-se atrás, para fugir de seus alunos.

    - Antes que perguntem, nosso reino é Midgard.  – A voz saiu rápida, mais parecia um aviso do que uma informação. Sabia que a culpa não era sua e muito menos dos alunos, afinal, haviam demonstrado interesse e prestado atenção, caso contrário, não teriam  dúvidas.

    - As runas foram um presente. – Retomou o assunto. – Após os noves dias, Odin, um poderoso bruxo, “morreu e foi ressuscitado”  para depois mergulhar em sabedoria. Sabemos que é impossível um bruxo ser ressuscitado de forma...Natural. Há teorias e teorias. – Deu um leve suspiro e estralou os dedos da mão esquerda, a dor em suas juntas, após quase perder os dedos no frio era reconfortante.

    –Bem, aqueles que desejarem saber mais sobre a história me procurem após a aula. O tempo é curto. Tempo. A palavra vagou em sua mente como o eco em um penhasco sem nunca diminuir o volume e sentiu apenas um pequeno impulso elétrico, contudo, forte o suficiente para fazer os músculos de seu rosto se contorcer em uma careta. No fundo da sala, no entanto, não fora notada.

    - Infelizmente, será impossível estudar todas as Runas nesse resto de aula, mas em vista que ainda temos... – Virou o pulso para si e viu a hora rapidamente, apesar de ainda manter a posição para espiar os olhos que a observava -  cinco minutos, levando em conta os quatro que vocês levaram para se sentar. Creio que consigo explicar as três primeiras. – Novamente, o movimento suave com a varinha e o quadro encheram-se com símbolos e palavras que ainda estavam se formando de modo legível conforme Loki as arrumavam em sua cabeça para uma melhor projeção.

    - Mannaz. – Ao apontar a varinha para a primeira Runa, a escrita que mostrava a Mannaz começou a emitir um brilho pálido e sem graça, chamando a atenção para ela, e o pequeno quadro que havia ao lado da porta que indicava todas as runas que seriam estudas ganhou um X vermelho na primeira runa, indicando que aquela já estava concluída e explicada.

    – Ela Equivale à letra M e é o ponto de partida. Normalmente é uma das primeiras a aparecer quando usada no ramo da adivinhação e a mais difícil de aparecer no campo central da magia. Ela significa: o Eu Interior, mas também pode ser usada, nos livros, para indicar um sarcedote. – A professora falou calmamente, dando um tempo para que os alunos se arrumassem, muitos haviam começado a anotar a partir daquele ponto e ela não os culpava.

    - Fehu representa a letra F. O que é meio óbvio. – Deu um riso cínico e esperou o tempo da letra brilhar o X ser marcado no pôster/quadro – Significa Riqueza ou a riqueza que garante mais riqueza, especificamente falando para bens materiais. Conhecida como a Riqueza pura indica apenas aquilo que você ganha com seu trabalho ou é difícil de manter. Também pode significar o ganho de um rebanho.–Escutou um ou dois risos forçados - Porque gado era a moeda da época e... o tom de voz foi decrescendo conforme ela falava - Enfim, a próxima é... Mal havia começado de falar e o sinal tocou, ecoando o barulho de sinos por toda a sala criando o silêncio entre os alunos, (apesar de que silêncio, em uma sala de aula, nunca é completo. Sempre tem alguém conversando com o colega ao lado).  

    O sino também iniciou uma dor de cabeça excruciante. Sortudos pensou levando a mão a cabeça, como se segurasse-a a dor passasse mais rápido. Doía e ardia como sempre fazia, tentava disfarçar com um sorriso triste e falso, olhando para cima. – Bem, como é nossa primeira aula. – Voltou a olhar para todos, no caso, olhava diretamente para a porta que ainda permanecia trancada e os alunos em suas mesas, ainda com os materiais em cima da carteira. Com um movimento rápido da varinha as portas se abriram – Vocês estão liberados. E fiquem tranquilos, o próximo professor não implicará com o atraso, ele já foi relatado. – Levantou-se e atravessou a sala, tentando ao máximo não encostarem-se a nenhum aluno apressado que arrumava as coisas as pressas. – A propósito – A voz saiu audível, quase um grito leve – Qualquer coisa... Emipê Corujas.–


    (...)

    Arrumou a sala metodicamente após a saída de todos os alunos, cada carteira exatamente na linha correta. Guardou seus papéis e apagou o quadro negro e revisou o horário pela décima primeira vez antes de desligar as luzes, fechar as persianas e sair da sala de aula com o pressentimento que ia gostar do novo emprego.

    Saiu dali.




    QUADRO 1
    CLICA AQUI
    QUADRO 2
       ("mawn-nawz") Letra M. Significa: Ponto de partida; Homem; Eu interior;Sarcedote.

        ("fay-who") Letra F. Representa a Deusa Freya/Freyr. Significa: Riqueza; Bens; Algo à receber.

    CONSIDERAÇÕES

    ☛ É permitida a "citação" de falas (copiar um pedaço da fala) PORÉM Não será levada em conta como linha;

    ☛ Aulas com menos de 10 Linhas serão ignoradas;

    ☛ Aula avaliada nos seguintes conceitos: O, ótimo (10 - 9); E, excede expectativas ( 8.9 - 8.); A, Aceitável (7.9 - 6); D, deplorável (5.9 - 4); P, péssimo (3.9 - 2); T, Trasgo (1.9 - 0). Cada conceito vem com os sinais "+" e "-", além da nota numérica;

    ☛ Critério de Avaliação: Criatividade (3) + Desenvolvimento na aula (4) + Ortografia (2). + Ortografia vale menos porque creio que criatividade e o desenvolvimento são prioridades em aulas;

    ☛ Não há deveres, mas como explicado, aceito dúvidas, perguntas e reclamações via MP;

    ☛ Os dois melhores alunos vão ganhar 10 pontos para suas respectivas casas.





    avatar
    Loony
    Administradores

    Mensagens : 108
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Work Work BITCH

    Mensagem por Loony em Sab Jan 11, 2014 7:00 am





       
       
       











    UNCOMFORTABLE SILENCES

    Your bones don't break, mine do. That's clear. Your cells react to bacteria and viruses differently than mine. You don't get sick, I do. That's also clear. But for some reason, you and I react the exact same way to water. We swallow it too fast, we choke. We get some in our lungs, we drown. However unreal it may seem, we are connected, you and I. We're on the same curve, just on opposite ends.

    Look, just because I don't be givin' no man a foot massage don't make it right for Marsellus to throw Antwone into a glass motherfuckin' house, fuckin' up the way the nigger talks. Motherfucker do that shit to me, he better paralyze my ass, 'cause I'll kill the motherfucker, know what I'm sayin'?

    The path of the righteous man is beset on all sides by the iniquities of the selfish and the tyranny of evil men. Blessed is he who, in the name of charity and good will, shepherds the weak through the valley of darkness, for he is truly his brother's keeper and the finder of lost children. And I will strike down upon thee with great vengeance and furious anger those who would attempt to poison and destroy My brothers. " And you will know My name is the Lord when I lay My vengeance upon thee."

    Normally, both your asses would be dead as fucking fried chicken, but you happen to pull this shit while I'm in a transitional period so I don't wanna kill you, I wanna help you. But I can't give you this case, it don't belong to me. Besides, I've already been through too much shit this morning over this case to hand it over to your dumb ass.

    Now that we know who you are, I know who I am. "I'm not a mistake! It all makes sense!" In a comic, you know how you can tell who the arch-villain's going to be? He's the exact opposite of the hero. And most times they're friends, like you and me! I should've known way back when... You know why, David? Because of the kids. They called me Mr Glass.



    Dont you hate that?

    Post #00 // Polyvore // Tag h1 // Tag h2 // BY LOONY!
    avatar
    Loony
    Administradores

    Mensagens : 108
    Data de inscrição : 06/05/2011

    Re: Work Work BITCH

    Mensagem por Loony em Sab Jan 11, 2014 7:01 am

    Anna escreveu:



       
       
       











    UNCOMFORTABLE SILENCES

    Your bones don't break, mine do. That's clear. Your cells react to bacteria and viruses differently than mine. You don't get sick, I do. That's also clear. But for some reason, you and I react the exact same way to water. We swallow it too fast, we choke. We get some in our lungs, we drown. However unreal it may seem, we are connected, you and I. We're on the same curve, just on opposite ends.

    Look, just because I don't be givin' no man a foot massage don't make it right for Marsellus to throw Antwone into a glass motherfuckin' house, fuckin' up the way the nigger talks. Motherfucker do that shit to me, he better paralyze my ass, 'cause I'll kill the motherfucker, know what I'm sayin'?

    The path of the righteous man is beset on all sides by the iniquities of the selfish and the tyranny of evil men. Blessed is he who, in the name of charity and good will, shepherds the weak through the valley of darkness, for he is truly his brother's keeper and the finder of lost children. And I will strike down upon thee with great vengeance and furious anger those who would attempt to poison and destroy My brothers. " And you will know My name is the Lord when I lay My vengeance upon thee."

    Normally, both your asses would be dead as fucking fried chicken, but you happen to pull this shit while I'm in a transitional period so I don't wanna kill you, I wanna help you. But I can't give you this case, it don't belong to me. Besides, I've already been through too much shit this morning over this case to hand it over to your dumb ass.

    Now that we know who you are, I know who I am. "I'm not a mistake! It all makes sense!" In a comic, you know how you can tell who the arch-villain's going to be? He's the exact opposite of the hero. And most times they're friends, like you and me! I should've known way back when... You know why, David? Because of the kids. They called me Mr Glass.



    Dont you hate that?

    Post #00 // Polyvore // Tag h1 // Tag h2 // BY LOONY!

    Conteúdo patrocinado

    Re: Work Work BITCH

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Jul 20, 2017 11:53 pm